Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O QUE É MESMO O INTERESSE PÚBLICO?

por falcao, em 03.07.15

 

Esta semana a RTP2 voltou a ser o quarto canal mais visto. E que aconteceu para o segundo canal do Serviço Público ter ultrapassado os vários canais de cabo que têm conseguido melhores audiências que ele? Pois a resposta é simples – foi a transmissão do Campeonato do Mundo de hóquei em patins. E, em simultâneo, os jogos do Europeu de Sub 21 foram também os responsáveis pelas melhores audiências da RTP1. Temos assim uma semana em que os canais generalistas da RTP fizeram audiências graças à transmissão de provas desportivas e em que os privados as conseguiram graças a produções nacionais de ficção – as novelas “Mar Salgado” e “A ]Unica Mulher”.

Claro que num caso e noutro estavam em causa as selecções nacionais e esse é sempre o argumento que a RTP usa para vestir de serviço público aquilo que é apenas um catalisador de audiências com base na transmissão de um espectáculo desportivo, que pela certa também interessaria aos privados.

Esta discussão está longe de terminar – o serviço público de televisão deve ter em conta o interesse dos públicos que dão bons números de audiência ou o interesse público no fomento de uma indústria audiovisual? Qual o interesse público que deve ser dominante numa estação de televisão: concorrer com os privados em tipologias de programação que eles também queiram emitir ou procurar complementar a paisagem audiovisual com outras tipologias que não são desenvolvidas pelas estações privadas?

 

(publicado na Sexta, revista de televisão do Correio da Manhã, de 3 de Julho)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2003
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D