Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por falcao, em 26.06.05
CRIATIVOS – O Ministro britânico das Indústrias Criativas lançou um apelo para que o Reino Unido se torne no mais importante polo de criatividade no mundo inteiro. Num discurso no Institute For Public Policy Research, Purnell apelou a um maior investimento na indústria audiovisual britânica e anunciou medidas de modernização e reforço do controlo dos direitos de autor e conexos. Ao mesmo tempo apelou a um ensino que reforce nos alunos a componente da criatividade. As indústrias criativas abrangidas por este ministério são o cinema, as artes de palco, o artesanato, artes plásticas, rádio e televisão (broadcasting), música, publicidade, design, arquitectura, publishing (exploração de direitos), jogos de computador, desenvolvimento de software, moda e o mercado de antiguidades. As indústrias criativas significam 8 por cento da economia britânica: como transformar a criatividade em sucesso industrial, como transformar o talento em sucesso e o sucesso em lucro é o objectivo das políticas que estão a ser desenvolvidas nesta área pelo Governo Blair. Giro, não é?

EXEMPLO – A Ministra espanhola da Cultura, Carmen Calvo, anunciou que a Espanha, o México e o Brasil têm intenção de lançar uma televisão cultural latino-americana a fim de reforçar a sua cultura comum. O anúncio, citado pela France Presse, foi feito na 8ª Conferência de Cultura Latino-Americana à qual assistiam 18 ministros e secretários da Cultura da América Latina, Espanha e Portugal. Por cá ainda não se ouviu que pensa Portugal fazer sobre este assunto. Enfim... coisa de somenos.

COMIDINHAS – Nas listas dos restaurantes fazem falta comidas de verão, sopas frias, saladas que possam ser prato principal. Para além do velho rosbife com salada russa pouca coisa aparece. Com estes dias de calor não apetece comida pesada nem coisas muito quentes. E as listas variam pouco. Imaginação precisa-se, que a coisa não anda muito famosa na restauração alfacinha.

VIVER – Está de regresso a mais extraordinária esplanada de Lisboa, a «Perdigueiros do Rio», mesmo ao pé da Portugália do Cais do Sodré. Espreguiçadeiras viradas para o Tejo, mesas cobertas com toldo (onde este ano se pode almoçar – por sinal comidinhas leves), um ambiente fantástico, grande música, o ideal para criar o hábito de beber um copo de vinho branco antes de ir para casa ou de partir para um jantar.

LER – A mais recente edição da revista «Media XXI» que traz um dossier cheio de informação sobre Cidades e Regiões Digitais cheio de boa informação sobre o que se passa no país e asobre a regionalização virtual. Na mesma edição vale a pena ler a entrevista com o vice-director da Associação Mundial de Jornais, Eamonn Byrne, que de passagem por Lisboa falou sobre o futuro da imprensa escrita.

VER – A exposição «Espelho Meu- Portugal Visto por fotógrafos da Magnum» , no CCB a partir de 30 de Junho. A Magnum é uma das mais importantes agências de fotografia em termos mundiais e por lá passaram nomes como Robert Capa ou Henri Cartier Bresson; Sebastião Salgado e Susan Meiselas são dois dos seus fotógrafos no activo. Mais informações em www.magnumphotos.com , onde diariamente se podem ir seguindo as grandes imagens recolhidas pela agência.

OUVIR – Ry Cooder é um guitarrista de muitos talentos com uma invulgar capacidade para colocar em música os seus sentimentos. «Chávez Ravine» fala da forma como a sua cidade de Los Angeles se transforma, como se perdem os sítios onde se contruíram memórias de uma vida. Disco ambicioso e virtuoso, esta é uma das gratas surpresas deste ano. CD Nonesuch – se querem um conselho visitem www.amazon.fr e comprem os vossos discos só com 5% de IVA e em euros. Este custa 17,55 e em poucos dias têm-no cá. Se comprarem três discos, já poupam. E mandam o aumento do IVA às urtigas.

REMATE - Quando dois primeiros ministros, de seguida, trocam o seu país por um cargo internacional é sinal de que por aqui a crise é profunda.

BACK TO BASICS – Os políticos a falar parecem mulheres a comprar sapatos. Não pensam e descontrolam-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D