Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por falcao, em 04.07.07
ORA DIGAM LÁ SENHORES CANDIDATOS
(publicado no «Meia Hora»)

Gostava que os candidatos à Câmara Municipal de Lisboa se pronunciassem sobre a transformação de parte do CCB no Museu Berardo – seria bastante educativo do ponto de vista do esclarecimento das respectivas propostas em matéria de política cultural. De facto nada tão eficaz como analisar um facto concreto para podermos ver quais as diferenças de posicionamento e de propostas.

Vamos por partes: o Centro de Exposições do CCB deixou de existir (até deixou de figurar no site da instituição) e foi cedido à colecção Berardo. Sem entrar nas polémicas sobre o negócio que o Estado entendeu proporcionar ao Comendador Berardo, este assunto coloca em primeiro plano a necessidade de a utilização dos equipamentos culturais nacionais, existentes em Lisboa, serem geridos em consenso com a Autarquia. Na realidade parece-me evidente que o Estado tem responsabilidades para com a cidade, sendo que a cidade deve também assumir algumas responsabilidades nesses equipamentos.

Os equipamentos culturais de Lisboa são fundamentais para os seus habitantes mas também são um instrumento estruturante da política de atracção de turismo interno e externo, uma área que cada vez assume maior relevância não só para a captação de receitas, como para a projecção internacional da imagem da cidade.

Ao desarticular o Centro de Exposições do CCB, o Governo acabou com o único equipamento na zona sul do país que fazia - de raiz- exposições retrospectivas de grandes artistas portugueses contemporâneos, que dedicava espaço certo à fotografia e à arquitectura e que trazia exposições internacionais temáticas. Para não puxar demais pela memória recordo as exposições de Júlio Pomar e de Jorge Martins, ou ainda as exposições do BES Photo e do World Press Photo, ou ainda as mostras de Mies Van der Rohe e, noutro plano, de Frida Kahlo. É disto que vamos sentir a falta daqui a algum tempo e é sobre estas questões que gostava de ouvir os senhores candidatos: É legítimo acabar com o Centro de Exposições do CCB? Devia ter sido escolhido outro local para instalar a colecção Berardo, como por exemplo o Pavilhão de Portugal?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D