Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por falcao, em 14.11.06
CUSTO – As recentes eleições norte-americanas bateram todos os recordes de custos em publicidade na actividade política ao atingirem a marca dos dois mil milhões de dólares, um aumento de 17,6% em relação aos ionvestimentos publicitários de políticos nas eleições de 2004. Nas actuais eleições foi mais frequente o recurso à publicidade em televisão, nomeadamente em canais locais e regionais, um número mais elevado de candidatos recorreu a publicidade comercial e em geral as campanhas estiveram no ar durante períodos de tempo mais extensos.

ESPERAR – Tyler Brule, o homem que há dez anos criou a revista «Wallpaper», anunciou que a partir de 2007 lançará uma nova publicação, «Monocle», descrita como uma revista dedicada à cultura e aos negócios, dirigida a líderes de opinião, com especial enfoque em artigos de luxo e reportagens. A revista, que será vendida em todo o mundo a um preço equivalente a 6,5 euros, terá escritórios em Tóquio, Nova York e Zurique e publicará dez edições por ano. O investimento inicial será de sete milhões de euros e as estimativas apontam para uma venda de 150 000 exemplares.

(RE)LER – Os textos publicados na bela revista «Kapa» por Carlos Quevedo, aqui compilados junto de outros escritos dispersos do autor, todos reunidos sob o título «Já Não Me Lembrava», numa edição da Oficina do Livro, com introduções assinadas por Miguel Esteves Cardoso, Rui Zink e Nuno Miguel Guedes.

OUVIR – Entre Abril e Junho de 1957 John Coltrane e Thelonius Monk fizeram três sessões de gravação num estúdio de Nova Iorque, depois de terem feito uma temporada única de concertos em conjunto, sob a forma de quarteto, no então ainda pouco conhecido Five Spot Café, na mesma cidade. Nesta formação de quarteto o sax tenor de Coltrane e o piano de Monk tinham a companhia da bateria de Shadow Wilson e do baixo de Wilbur Ware. O duplo CD que agrupa a integral das gravações originais em trio, septeto e quarteto), é um documento único do génio destes grandes músicos e do momento mágico do encontro criativo de Monk e Coltrane há quase 50 anos. CD Riverside, distribuição Universal Music.

VISITAR – Até segunda-feira dia 13 pode descobrir na FIL, na «Arte Lisboa- Feira de Arte Contemporânea» as propostas de 65 galerias, 18 das quais estrangeiras. É uma ocasião única para descobrir novos trabalhos e tendências nas artes plásticas. Hoje mesmo, sexta-feira, oportunidade para assistir, às 18h00 a um debate sobre a «Arte de coleccionar Arte» moderado por Filipa Oliveira, uma iniciativa da revista digital www.artecapital.net .

DESCOBRIR – A nova loja Galante, especializada em mobiliário de design, em particular nas peças elaboradas pela fábrica Vitra a partir de clássicos de nomes como Charles & Ray Earnes, Jean Prouve, Isamo Noguchi, Philippe Starck ou Frank Gehry. Rua Rodrigo da Fonseca 21C, Lisboa.

INSUPORTÁVEL – O maniqueísmo de Rui Rio, o seu apetite demagógico contra tudo o que lhe cheire vagamente a actividade cultural, a sua perseguição aos subsídios (porque não propõe a eliminação de subsídios aos partidos políticos, já agora?), a sua imposição de ausência de críticas ao seu juízo pessoal e à sua actuação na Câmara Municipal do Porto. Vergonhoso, seja de que lado for que se analise.

O MELHOR DA SEMANA – O concerto da cantora cabo-verdeana Lura no Teatro Tivoli, agora dotado de um excelente sistema de som. Grandes músicos, grande companhia, grandes interpretações.

BACK TO BASICS – «Um musicólogo é um homem que consegue ler uma pauta de música mas que não a consegue ouvir» - Sir Thomas Beecham

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:31

...

por falcao, em 06.11.06
SINAL - Nas ruas as pessoas andam mal dispostas, discutem umas com as outras e insultam-se por tudo e por nada. Há encontrões, falta simpatia, stress. Este é um mau sinal dos tempos, um mau sinal de como medidas políticas e governativas interferem com o dia-a-dia das pessoas.


JUSTIÇA – Muito se fala do pacto para a Justiça, mas pouco se faz para melhorar o sistema. Faz sentido tentar a conciliação antes de avançar para tribunal, faz sentido aconselharmo-nos com advogados para prevenir complicações, faz sentido que os cidadãos se habituem a olhar para os advogados de uma forma natural. Por isso mesmo devia fazer sentido que o Estado permitisse que as despesas de cada cidadão com os seus advogados, dentro de parâmetros razoáveis, fossem dedutíveis ao IRS – se o permite às empresas, porque é que as pessoas a título individual não hão-de ter os mesmos direitos?


OUVER – Este é um verbo novo, vem da contracção entre ouvir e ver e nasce no tempo em que a música vem em DVD’s e em que o uTube se tornou incontornável. Exemplo de disco a não deixar fugir é a gravação do concerto dos Pixies realizado no Paradise de Bóston, em finais de 2004, perante uma plateia de 200 convidados entre os fãs da banda. Frank Black e a sua banda percorrem todos os grandes momentos da sua carreira ao longo dos 29 temas interpretados nessa noite. O DVD inclui ainda como bónus um raro registo feito também em Boston, em 1986, no The Bear, com outros 12 temas. Absolutamente fundamental – Pixies Live At The Paradise in Bóston, DVD Eagle Vision


AGENDAR – A cabo-verdeana Lura faz um dos seus raros concertos em Portugal na magnífica sala do Tivoli, infelizmente tão pouco utilizada para música. É no dia 7 de Novembro, a próxima Terça-Feira, pelas 21h30 e a cantora irá mostrar o seu novo disco, 'M'bem di fora'.


SENTIR – Às vezes os artistas fazem pequenas maravilhas que se destinam a consumos íntimos – são quase blocos-notas de ideias, expressão de afectos, peças oferecidas a amigos, que circulam fora dos circuitos normais. Sob a designação «Trabalhos Íntimos», a Galeria Ratton juntou algumas dezenas de pinturas de pequeno formato, grande parte das quais feitas na época em que António Dacosta não expôs e se retirou da vista do público. Daí o nome dado a esta mostra, que inclui algumas das obras da retrospectiva de Dacosta apresentada em Serralves no primeiro semestre deste ano. Até dia 15 de Dezembro, Galeria Ratton, Rua da Academia das Ciências 2C, das 10h00 às 13h30 e das 15h00 às 19h30, de segunda a sexta.


DESCOBRIR- A colecção de pintura do Museu Nacional de Arte Antiga. Visitas guiadas nos dias 8, 15, 22 e 29 de Novembro, pelas 15h00. A série de visitas começa já neste Domingo dia 5, entre as 11h30 e as 15h30, com entrada pelo jardim 9 de Abril.

INSUPORTÁVEL – O autoritarismo e prepotência da secretaria geral de serviço externo da comarca de Lisboa, instalada no Palácio da Justiça, que parte do pressuposto que os cidadãos são culpados de acusações que nem sequer conhecem.

PERGUNTAS VADIAS – O Ministro da Agricultura viverá neste país ou ainda pensa que está em Bruxelas?

BACK TO BASICS – Não há boa liderança sem um bom sentido de humor – Eisenhower

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41

...

por falcao, em 02.11.06
MULTIPLICAÇÃO – Pois é, a vida agora faz-se não apenas em três dimensões, mas através de três ecrãs. Segundo um estudo da empresa de consultoria Telephia realizado na Grã-Bretanha, torna-se claro que os espectadores estão cada vez mais a usar três ecrãs diferentes para verem notícias e entretenimento: o da televisão, o do computador e o do telemóvel. O estudo sublinha ainda que as estações de televisão devem desenvolver uma estratégia para estes três tipos de ecrãs com o objectivo de atingirem, manterem e expandirem as suas audiências. O estudo sublinha ainda que a Mobile TV, visível nos telemóveis, está em crescimento em todos os mercados onde já tem uma oferta diversificada.

NOVIDADE – A televisão já não é o que era: nos Estados Unidos o primeiro episódio da nova série de «OC» vai ser estreado pela Fox não nos seus canais de televisão mas no Myspace.com e nos sites das suas estações, uma semana antes da sua estreia tradicional em televisão. Ou seja, a estreia é nos ecrãs dos computadores. Com o segundo episódio da nova série acontecerá o mesmo e ambos os episódios estarão disponíveis para downloads gratuitos durante um período de 15 dias. Ou seja, a net é cada vez mais uma preciosa ferramenta de promoção. «OC» («Na Terra dos Ricos» em Portugal) é uma série dirigida aos adolescentes e jovens adultos, que começam a passar mais tempo frente aos ecrãs de computador que frente aos ecrãs de televisão.

PODER – Mesmo em mercados publicitários maduros e sofisticados, as revistas são um dos sectores que não perdem eficácia em matéria de fazer chegar a mensagem publicitária aos seus destinatários. Segundo Rex Briggs, o responsável da empresa de consultoria em publicidade Marketing Evolution, as revistas são o melhor meio para garantir simultaneamente o reconhecimento das marcas e garantir intenções de compra por parte dos consumidores. O estudo que chegou a esta conclusão analisou 19 campanhas diferentes de vários sectores no mercado norte-americano, para ver como cada meio (TV, Internet e revistas) se comportava. Como se esperava a TV obteve os melhores resultados no reconhecimento das marcas, mas as revistas obtiveram melhor resultado quando se considera em simultâneo o reconhecimento da marca e a intenção de compra. Finalmente as revistas foram claramente superiores quer à TV quer à Internet se for considerada apenas a intenção de compra.

VER – Com a regularidade de um pêndulo, as melhores galerias de arte do Porto abrem também portas em Lisboa. Na semana passada foi a vez da Quadrado Azul, que abriu as suas novas instalações no Largo Stephens (perto do Cais de Sodré). O espaço é muito bom e a exposição inaugural é de escultura, com peças inéditas e marcantes que José Pedro Croft criou expressamente para serem expostas no local. A zona está aliás a ficar bem fornecida de galerias – e nunca é demais recordar que as galerias são uma boa maneira de se descobrir a arte que se vai fazendo – e ainda por cima de entrada totalmente grátis, para plagiar os Gato Fedorento.

DESCOBRIR - A Magnum é uma das mais prestigiadas agências fotográficas do mundo. Para além do seu site normal, criou há pouco tempo o Magnum Inmotion que explora as potencialidades dos novos meios e apresenta fotografias e vídeos de uma forma completamente diferente, com largo recurso a podcasts. Experimentem visitar http://inmotion.magnumphotos.com/

OUVIR – O novo disco de Beck, «The Information», claro candidato a disco do ano. Canções fortes, arranjos e produção exemplares. Vale a pena visitar www.beck.com para perceber – tal como no disco – que a criatividade e a imaginação são a melhor forma de garantir a diferença e a qualidade.

INSUPORTÁVEL – A antipatia dos empregados de balcão da Pastelaria Bénard, no Chiado.

PERGUNTAS VADIAS – Isto é um Governo ou um aumentador de preços?

BACK TO BASICS – O imposto sobre rendimentos caracteriza-se por colocar o homem justo a pagar sempre mais que o homem injusto, perante rendimentos iguais - Platão

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D