Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por falcao, em 31.07.06
ANÚNCIOS - Duas pequenas revoluções no mundo da publicidade televisiva nos Estados Unidos durante a última semana: a TIVO (um gravador digital de conteúdos programável e que permite seleccionar exactamente o que se pretende gravar entre as várias emissões de televisão) actualmente utilizado em quatro milhões e meios de lares americanos, anunciou que vai iniciar um serviço de medida de audiências dos spots publicitários pelos seus utilizadores, segundo a segundo, permitindo assim avaliar a capacidade de os anunciantes contactarem com os espectadores que fundamentalmente vêem apenas a gravação de programas; e a cadeia de televisão NBC assinou um contrato com a Toyota que garante ao fabricante automóvel um determinado nível de envolvimento da audiência nos seus spots televisivos – é a primeira vez nos Estados Unidos que um contrato de publicidade é feito com base numa garantia de um número mínimo pré-estabelecido de espectadores para uma campanha.


EFICÁCIA- A cidade de Londres está a fazer uma ofensiva junto das principais firmas de Silicon Valley para que elas estabeleçam as sedes das suas operações europeias na capital britânica. Esta ofensiva está a ser feita por uma agência público-privada que envolve o Mayor de Londres e empresas da cidade, a Think London. A agência garante que tem condições de garantir a instalação de novas empresas estrangeiras na cidade em apenas seis semanas, desde o registo da sociedade até todas as etapas da legalização e, inclusivamente, ajudando a encontrar instalações, assessorias legais e contabilísticas, equipamentos e recursos humanos. Ora digam-me lá: Lisboa, que tem um clima bem melhor que Londres, não podia também fazer um esforçozinho para se dar a conhecer nestes mercados em vez de andar fundamentalmente em romarias em feiras de construtores e promotores imobiliários?


SUDOESTE- O cartaz deste ano do Festival do Sudoeste é completamente arrasador e deixa a milhas de distância a bimbalhice pseudo-solidária do Rock In Rio Lisboa. Na sua décima edição, o Sudoeste, que decorre dias 3,4,5 e 6 de Agosto, tem um elenco internacional que apresenta, entre outros, Brazilian Girls, Prodigy, Goldfrapp, Marcelo D2, Madness e Daft Punk, entre outros. E entre os nacionais lá estarão Boss AC, Xutos & Pontapés, Gaiteiros de Lisboa, David Fonseca e Revistados. Muitos anos antes de o Rock In Rio vir sacar dinheiro aos portugueses já por cá se faziam grandes festivais. Longa vida ao Sudoeste!

VER – A exposição «Stargate», de Alexandre Estrela, a sua primeira grande mostra individual, surpreendente e incontornável, no Museu do Chiado até 17 de Setembro e nas palavras do Director do Museu, Pedro Lapa, «Esta exposição (…) reúne um amplo conjunto de trabalhos especialmente produzidos para o efeito, a par de outros mais antigos do seu vasto trabalho, que se integram no conceito orientador desta mostra: a ciência como ficção ou ficção científica como protensão do gesto artístico.»

DEVORAR – A edição de Agosto da revista «Vanity Fair», com Hilary Swank na capa e com três notáveis artigos: o relato de todas as peripécias à volta do filme sobre a vida da fantástica fotógrafa Diane Arbus, protagonizando Nicole Kidman, e que esteve 20 anos em desenvolvimento e concepção, acabando com um orçamento de 17 milhões de dólares; uma muito educativa investigação sobre a corrupção dos políticos em Washington; e uma bela entrevista com a cantora Sheryl Crow, em luta contra um cancro da mama.

LER - «Poemas e Cartas» de Emily Dickinson, uma antologia organizada já há algum tempo por Nuno Vieira de Almeida, baseada numa tradução de Nuno Júdice, e com edição da Cotovia. É um livro arrebatador, intenso, que faz saudades.

OUVIR – Jack Johnson nasceu e cresceu no Hawai, aprendeu a tocar guitarra ao mesmo tempo que começava a surfar, e talvez por isso as suas canções têm aquele contagiante entusiasmo dos discos bons para ouvir com o mar por perto. Foi isso mesmo o que fiz, com o CD «In Between Dreams», de Março deste ano, uma colecção de 14 canções simples (baixo, bateria, guitarra e voz), directas, sentidas e eficazes. Um conceito de produção minimalista, uma capacidade de escrita invulgar, uma maneira de cantar desprendida mas irresistível.

BACK TO BASICS – Às vezes não é pior parar para pensar (pensamento de férias)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:08



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2003
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D