Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por falcao, em 12.06.05
OUVIR – Foi desta que me converti ao iPod. Comprei um dos mini, de 6 GB, e não quero outra coisa. Já meti lá dentro uma dúzia dos meus CD’s mais queridos e encontrei um novo hobby que é fazer listas das minhas canções e músicas preferidas e ir colocando-as na máquina. Agora mesmo estou a ouvir os Byrds – de que tinha saudades sem saber. Finalmente consigo ouvir os meus discos antigos em qualquer altura sem ter que carregar a casa atrás. E vou pondo e tirando as novidades, que dantes mal tinha tempo para ouvir em casa, metade delas descobertas no iTunes, como o novo dos Coldplay.

DESCOBRIR – Os novos trabalhos, pintura sobre papel, de Inez Teixeira continuam a expressar uma visão muito orgânica – mas nesta nova exposição aprofundam esse caminho e criam momentos quase viscerais de enorme impacto. «Cursor» é o título da exposição que fica no Palácio Nacional de Queluz até 21 de Agosto – boa ideia esta de expôr arte contemporãnea em salas tradicionais de palácios e monumentos nacionais, o IPPAR está de parabéns.

COMIDINHA – Aconteceu-me esta semana que redescobri o prazer das coisas simples no Santo António de Alfama, um restaurante no Beco de São Miguel. Local simpático, serviço atento, ambiente de bairro popular. Bons petiscos, boas entradas, preço razoável e uma esplanada agradável. A comandar (bem) as operações está agora um jovem actor, o José Pedro Vasconcelos. Tel. 218 881 328, fecha às terças.

ENSINAR A VER - O Governo da Catalunha vai lançar um programa de educação audiovisual que se destina a ensinar as crianças e os jovens a diferenciar ficção e realidade, onde encontrar informaçãoo, como interpretá-la e analisá-la e também adquirir conceitos referentes às mensagens publicitárias. A experiência vai arrancar em 50 escolas no próximo ano lectivo no ensino infatil, primário e secundário e será transversal a várias disciplinas.

SEM COMENTÁRIOS - A Comissão Europeia aprovou o princípio da concessão de financiamento estatal pela França à criação da CFII, Chaîne Française d’Information Internationale, o canal noticioso que pretende ser a resposta estatal francesa à privada norte-americana CNN. O novo canal será operado em conjunto pela FR 1 (privada, grupo Bouygues) e pela estação pública France Telévision. A declaração oficial da Comissão Europeia considera que «o projecto oferece garantias suficientes contra o risco de distorção da concorrência».

PRINCÍPIOS - Por ocasião da celebração do 25º aniversário da CNN, o seu fundador, Ted Turner, afirmou que a estação devia dedicar-se mais a cobrir o noticiário internacional e a falar do meio ambiente, em vez de privilegiar assuntos triviais e as desgraças e perversões do dia-a-dia. A afirmação foi feita num discurso aos colaboradores da CNN, no qual Turner sublinhou que o seu objectivo era que a CNN fosse uma referência do melhor jornalismo e não da informação tablóide.

AS CRIANÇAS E O DINHEIRO - A Merrill Lynch está a trabalhar em parceria com os produtores norte-americanos e criadores originais da «Rua Sésamo» para desenvolver conteúdos que incutam nas crianças uma percepção mais global do mundo actual e que as ensinem a lidar com questões financeiras. Esta firma de gestão de investimentos atribuíu cinco milhoes de dólares à Sesame Workshop, a produtora do programa, com o objectivo de fomentar a percepção entre as crianças dos cuidados a ter com o dinheiro, abordando questões como a poupança, os juros e o crédito, por exemplo. «Estamos a promover o conhecimento na área financeira, que é uma área decisiva do conhecimento pessoal no mundo contemporâneo» - sublinharam responsáveis do banco.

PAGAR – Cada vez que daqui a uns meses comprar um disco ou um livro, um quinto do que pago irá para o Estado. Na realidade um quinto de tudo o que eu comprar passará a ir para o Estado ladrão. É IVA demais. É um roubo. Em três anos o IVA em Portugal terá subido quatro por cento – e imposto que sobe, já se sabe, não baixa mais. Não há lógica, nem moral. Muito gostava de ver um estudo comparado, de leitura simples, sobre o IVA nos Estados da União Europeia. Em Portugal a maior parte do que ganhamos vai, directa ou indirectamente, para sustentar o Estado – que nem sequer funciona. É uma pouca-vergonha.

BACK TO BASICS – O objectivo da política não é a verdade, nem fazer o bem.

REMATE - Como diz Agustina Bessa-Luís, mais vale gerir o mal do que pregar o bem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:43



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D