Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por falcao, em 02.11.06
MULTIPLICAÇÃO – Pois é, a vida agora faz-se não apenas em três dimensões, mas através de três ecrãs. Segundo um estudo da empresa de consultoria Telephia realizado na Grã-Bretanha, torna-se claro que os espectadores estão cada vez mais a usar três ecrãs diferentes para verem notícias e entretenimento: o da televisão, o do computador e o do telemóvel. O estudo sublinha ainda que as estações de televisão devem desenvolver uma estratégia para estes três tipos de ecrãs com o objectivo de atingirem, manterem e expandirem as suas audiências. O estudo sublinha ainda que a Mobile TV, visível nos telemóveis, está em crescimento em todos os mercados onde já tem uma oferta diversificada.

NOVIDADE – A televisão já não é o que era: nos Estados Unidos o primeiro episódio da nova série de «OC» vai ser estreado pela Fox não nos seus canais de televisão mas no Myspace.com e nos sites das suas estações, uma semana antes da sua estreia tradicional em televisão. Ou seja, a estreia é nos ecrãs dos computadores. Com o segundo episódio da nova série acontecerá o mesmo e ambos os episódios estarão disponíveis para downloads gratuitos durante um período de 15 dias. Ou seja, a net é cada vez mais uma preciosa ferramenta de promoção. «OC» («Na Terra dos Ricos» em Portugal) é uma série dirigida aos adolescentes e jovens adultos, que começam a passar mais tempo frente aos ecrãs de computador que frente aos ecrãs de televisão.

PODER – Mesmo em mercados publicitários maduros e sofisticados, as revistas são um dos sectores que não perdem eficácia em matéria de fazer chegar a mensagem publicitária aos seus destinatários. Segundo Rex Briggs, o responsável da empresa de consultoria em publicidade Marketing Evolution, as revistas são o melhor meio para garantir simultaneamente o reconhecimento das marcas e garantir intenções de compra por parte dos consumidores. O estudo que chegou a esta conclusão analisou 19 campanhas diferentes de vários sectores no mercado norte-americano, para ver como cada meio (TV, Internet e revistas) se comportava. Como se esperava a TV obteve os melhores resultados no reconhecimento das marcas, mas as revistas obtiveram melhor resultado quando se considera em simultâneo o reconhecimento da marca e a intenção de compra. Finalmente as revistas foram claramente superiores quer à TV quer à Internet se for considerada apenas a intenção de compra.

VER – Com a regularidade de um pêndulo, as melhores galerias de arte do Porto abrem também portas em Lisboa. Na semana passada foi a vez da Quadrado Azul, que abriu as suas novas instalações no Largo Stephens (perto do Cais de Sodré). O espaço é muito bom e a exposição inaugural é de escultura, com peças inéditas e marcantes que José Pedro Croft criou expressamente para serem expostas no local. A zona está aliás a ficar bem fornecida de galerias – e nunca é demais recordar que as galerias são uma boa maneira de se descobrir a arte que se vai fazendo – e ainda por cima de entrada totalmente grátis, para plagiar os Gato Fedorento.

DESCOBRIR - A Magnum é uma das mais prestigiadas agências fotográficas do mundo. Para além do seu site normal, criou há pouco tempo o Magnum Inmotion que explora as potencialidades dos novos meios e apresenta fotografias e vídeos de uma forma completamente diferente, com largo recurso a podcasts. Experimentem visitar http://inmotion.magnumphotos.com/

OUVIR – O novo disco de Beck, «The Information», claro candidato a disco do ano. Canções fortes, arranjos e produção exemplares. Vale a pena visitar www.beck.com para perceber – tal como no disco – que a criatividade e a imaginação são a melhor forma de garantir a diferença e a qualidade.

INSUPORTÁVEL – A antipatia dos empregados de balcão da Pastelaria Bénard, no Chiado.

PERGUNTAS VADIAS – Isto é um Governo ou um aumentador de preços?

BACK TO BASICS – O imposto sobre rendimentos caracteriza-se por colocar o homem justo a pagar sempre mais que o homem injusto, perante rendimentos iguais - Platão

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D