Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por falcao, em 06.11.06
SINAL - Nas ruas as pessoas andam mal dispostas, discutem umas com as outras e insultam-se por tudo e por nada. Há encontrões, falta simpatia, stress. Este é um mau sinal dos tempos, um mau sinal de como medidas políticas e governativas interferem com o dia-a-dia das pessoas.


JUSTIÇA – Muito se fala do pacto para a Justiça, mas pouco se faz para melhorar o sistema. Faz sentido tentar a conciliação antes de avançar para tribunal, faz sentido aconselharmo-nos com advogados para prevenir complicações, faz sentido que os cidadãos se habituem a olhar para os advogados de uma forma natural. Por isso mesmo devia fazer sentido que o Estado permitisse que as despesas de cada cidadão com os seus advogados, dentro de parâmetros razoáveis, fossem dedutíveis ao IRS – se o permite às empresas, porque é que as pessoas a título individual não hão-de ter os mesmos direitos?


OUVER – Este é um verbo novo, vem da contracção entre ouvir e ver e nasce no tempo em que a música vem em DVD’s e em que o uTube se tornou incontornável. Exemplo de disco a não deixar fugir é a gravação do concerto dos Pixies realizado no Paradise de Bóston, em finais de 2004, perante uma plateia de 200 convidados entre os fãs da banda. Frank Black e a sua banda percorrem todos os grandes momentos da sua carreira ao longo dos 29 temas interpretados nessa noite. O DVD inclui ainda como bónus um raro registo feito também em Boston, em 1986, no The Bear, com outros 12 temas. Absolutamente fundamental – Pixies Live At The Paradise in Bóston, DVD Eagle Vision


AGENDAR – A cabo-verdeana Lura faz um dos seus raros concertos em Portugal na magnífica sala do Tivoli, infelizmente tão pouco utilizada para música. É no dia 7 de Novembro, a próxima Terça-Feira, pelas 21h30 e a cantora irá mostrar o seu novo disco, 'M'bem di fora'.


SENTIR – Às vezes os artistas fazem pequenas maravilhas que se destinam a consumos íntimos – são quase blocos-notas de ideias, expressão de afectos, peças oferecidas a amigos, que circulam fora dos circuitos normais. Sob a designação «Trabalhos Íntimos», a Galeria Ratton juntou algumas dezenas de pinturas de pequeno formato, grande parte das quais feitas na época em que António Dacosta não expôs e se retirou da vista do público. Daí o nome dado a esta mostra, que inclui algumas das obras da retrospectiva de Dacosta apresentada em Serralves no primeiro semestre deste ano. Até dia 15 de Dezembro, Galeria Ratton, Rua da Academia das Ciências 2C, das 10h00 às 13h30 e das 15h00 às 19h30, de segunda a sexta.


DESCOBRIR- A colecção de pintura do Museu Nacional de Arte Antiga. Visitas guiadas nos dias 8, 15, 22 e 29 de Novembro, pelas 15h00. A série de visitas começa já neste Domingo dia 5, entre as 11h30 e as 15h30, com entrada pelo jardim 9 de Abril.

INSUPORTÁVEL – O autoritarismo e prepotência da secretaria geral de serviço externo da comarca de Lisboa, instalada no Palácio da Justiça, que parte do pressuposto que os cidadãos são culpados de acusações que nem sequer conhecem.

PERGUNTAS VADIAS – O Ministro da Agricultura viverá neste país ou ainda pensa que está em Bruxelas?

BACK TO BASICS – Não há boa liderança sem um bom sentido de humor – Eisenhower

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D