Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



RESUMO DA SEMANA – Lá vamos cantando e revendo o orçamento ( o tal que estava óptimo há um mês atrás…); já se sabe que este ano a despesa do Estado cresce 10 por cento; Vitor Constâncio reconheceu ter-se enganado mais uma vez, o que o torna candidato a recordista de erros no campeonato dos Governadores de Bancos Centrais; já se percebeu que José Sócrates iniciou a sua viragem à esquerda para consumo interno do PS e não me espanto se um dia destes ele disser que o Governo veio em ajuda do Banco Privado Português para defender a classe média… 

 


 


ANDA NO AR – No cenário de uma maioria relativa do PS começam a correr pelo ar vários cenários: uma revisitação de um acordo PS-PP, desta vez uma coisa à séria e sem queijo Limiano; uma tentativa de cisão no PSD que desse consistência a um bloco central de partilha do poder; e um governo patrocinado pelo Presidente da República, que juntasse figuras do PS e PSD, sem Sócrates. Os cenários começaram a ser feitos – daqui até ao fim do ano cenógrafos e carpinteiros vão ter muito que fazer. 

 


 


RECORDISTA – A cerimónia de tomada de posse de Barack Obama foi recordista de audiências – bateu todos os recordes anteriores, pertencentes a manifestações desportivas – Jogos Olímpicos em audiências globais no mundo inteiro e o Super Bowl dentro das audiências internas do mercado dos Estados Unidos. As primeiras estimativas apontam para uma audiência televisiva total superior a 100 milhões de espectadores só nos Estados Unidos. Já se sabe que o vencedor da batalha de audiências foi a dupla CNN- Facebook, que possibilitou que os espectadores comentassem em tempo real e inter-agissem uns com os outros ao mesmo tempo que assistiam à cerimónia. Este acordo CNN-Facebook foi por si só um marco na comunicação e na maneira de ver as transmissões em directo – algo que fará História. 

 


 


VER – «Lá Fora» reúne obras de 67 artistas portugueses que desenvolveram grande parte da sua obra no estrangeiro, no caso em 21 cidades, e é uma iniciativa conjunta da Fundação EDP e do Museu da Presidência da República, originalmente criada por ocasião do 10 de Junho do ano passado e que agora chegou a Lisboa, ao Museu da Electricidade. Aqui estão, por exemplo, peças feitas por José Barrias em Milão, por Paula Rego em Londres, por Isabel Pavão em Nova Iorque ou por Alvess em Paris – acreditem que para muitos esta diversidade vai ser uma surpresa. Até 15 de Março. 

 


 


OUVIR – Eu pessoalmente gosto de trios – esclareço que estou a falar de jazz nesta instância: piano, baixo e bateria fazem a minha felicidade. Aqui há uns anos descobri a obra do trio do belga Jef Neve com o disco «Nobody Is Illegal». Agora redescobri-a com o novo disco, «Soul In A Picture», um dos melhores discos de jazz de músicos europeus que ouvi nos últimos anos. Vou corrigir: um dos melhores discos de jazz que ouvi nos últimos anos. 

 


 


LER – José Sarmento de Matos é um estudioso de Lisboa e da sua História e, reza a lenda, terá sido ele o primeiro a sugerir a Mega Ferreira a zona oriental de Lisboa como local ideal para a requalificação que a EXPO 98 queria fazer. Adiante: «A Invenção de Lisboa» é um trabalho extraordinário, cujo primeiro volume acaba agora de sair, editado pela «Temas e Debates». Esta História começa nos tempos dos fenícios e dos romanos e o primeiro volume centra-se na conquista de Lisboa aos Mouros e nas três décadas imediatamente a seguir que moldam a cidade como capital do país. É um livro delicioso em que a História se mistura com relatos de aventura, um registo da evolução de Lisboa em que se juntam contribuições de história política, económica, social e cultural. É um prazer começar o ano a ler um livro assim. 

 


 


COISAS DE QUE EU GOSTO – Gosto muito de passear nas Avenidas Novas. Anda-se bem a pé, há comércio, muita restauração, cafés, até a excelente livraria «Pó dos Livros» (Av. Marquês de Tomar 89ª). Ao longo dos tempos os restaurantes mudam, a bem dizer, de «alma». Por exemplo, o «City Café» (Av Miguel Bombarda 133), que aqui em tempos elogiei, transformou-se num templo de fumo ( e eu não sou anti-tabagista), com um género de serviço que gosta de ver os clientes a saírem, com mesas guardadas sem estarem reservadas, num estilo algo ganancioso de funcionamento que a mim me irrita bastante. Em contraste, o «Magnólia» (também Av. Miguel Bombarda nº 48) melhorou muito desde que abriu e agora a sua sala de restaurante é um local agradável, com, bom serviço e preços equilibrados, zona de fumadores e não fumadores, ambas confortáveis. Enquanto ao Magnólia volto agora com gosto, do City Café fujo sem desgosto. 

 


 


PERGUNTAS QUE ME OCORREM – Onde anda o «Compromisso Portugal»? Que actividades desenvolve depois de ter feito em Julho do ano passado uma avaliação do desempenho do Governo? Que análise faz da crise, do que aconteceu nestes últimos meses, do que se passa nalguma banca, como avalia o desempenho do sistema político face à situação? Lembrei-me de tudo isto quando, na semana passada, vi o Dr. António Carrapatoso e o Dr. António Costa numa conversa de almoço. Sei lá –ainda existe, o «Compromisso Portugal»? 

 


 


TESOURINHO DA SEMANA – « Da parte do meu Governo pode contar com uma firme vontade em trabalhar em conjunto com os Estados Unidos» - José Sócrates, felicitando Barack Obama no dia da sua posse. E que terá Obama pensado? - «Cool Man, I really was wainting for that – send me the rescue plans for that Banco Privado of yours)… 

 


 


BACK TO BASICS – «O Verão tem muito mais graça» - D.P.A. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2003
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D