Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 


SILÊNCIO - O MPT, Movimento Partido da Terra, fez o seu VII Congresso no passado dia 14 de Março e escolheu a Madeira como local da reunião. Viram alguma notícia sobre o assunto? A imprensa local, no Arquipélago, cobriu a reunião – na imprensa nacional quase nada saiu. O MPT é um partido que tem dois deputados na Assembleia da República (eleitos nas listas do PSD) e que tem um programa centrado na defesa do equilíbrio ambiental, da defesa da cultura portuguesa e no desenvolvimento da participação cívica. Este silêncio da comunicação do Congresso deste partido é um exemplo dos problemas e deficiências da informação em Portugal, das insuficiências do pluralismo democrático, da indiferença a que órgãos de comunicação submetem a expressão da participação cívica.

 

CURIOSIDADE – A crítica de Mário Soares a José Sócrates, a propósito das posições tomadas pelo Primeiro Ministro sobre a manifestação da CGTP da semana passada é o mais curioso e relevante facto político dos últimos dias. Sócrates fez do PS um partido bipolar.

 

VERGONHA - A visita do Papa Bento XVI a África é um catálogo das razões que levam a igreja católica a caminhar no sentido de se tornar uma seita, da intolerância de que dá provas, da insensibilidade que manifesta em nome de dogmas hoje em dia dificilmente compreensíveis. Mais do que isso a posição do Papa é repulsiva se pensarmos na forma como o Vaticano se recusa sequer a considerar a possibilidades de limitar a proliferação de portadores de HIV , indo até ao ponto de inventar teorias pseudo-científicas sobre a eficácia dos preservativos nesta situação, em contradição com os estudos da Organização Mundial de Saúde.

 

JUSTIÇAS - A sentença de Josef Fritz será pronunciada sexta feira, ao fim de uma semana - esta rapidez de justiça parece mesmo o que se passa por cá...

 

VENEZUELA – Segundo o «El País» Hugo Chavez anunciou, como medida de combate à crise, a criação de uma rêde de restaurantes de baixo preço com o seu próprio nome – Chávez. Isto na mesma semana em que proibiu a exibição da exposição «O Corpo Humano» que esteve em Portugal há uns meses.

 

SINAL DOS TEMPOS – Os grandes placards de publicidade exterior no Times Square, de Nova Iorque, costumavam estar sempre ocupados e com fila de espera – agora há três livres há quase um mês, colocados em conjunto no mercado a 100.000 dolares por mês, e que não encontram anunciante disponível para o investimento.

 

OUVIR – Bugge Wesseltoft é um pianista e compositor norueguês que fundou a Jazzland Records, onde ele próprio edita. Ao longo da sua carreira colaborou com John Scoffield e com Jan Garbarek, entre outros. O seu novo disco, «Playing», distribuído entre nós pela Universal, é um trabalho a solo, em piano, muito envolvente, pessoalíssimo, que explora melodias e que cria uma atmosfera singular, às vezes com ritmos inesperados como em «Hands»

 

LER – Edgar Allen Poe costuma ser conhecido como um dos grandes autores da literatura fantástica, mas esta percepção tem prejudicado que ele seja reconhecido como um grande poeta. A «Tinta da China», que se tem distinguido pelo cuidado que coloca nas suas edições, lançou numa edição da obra poética de Põe, em capa dura, por ocasião do seu bicentenário do nascimento. A tradução (boa), as notas e a introdução são de Margarida Vale de Gato e as ilustrações, magníficas, algumas perturbantes, são de Filipe Abranches.

 

DESCOBRIR – A edição espanhola da revista «Vanity Fair» é o exemplo de um formato internacional bem adaptado à realidade local. Na capa do mês de Abril Penélope Cruz e Pedro Almodôvar falam deles próprios e da relação que desenvolveram ao longo dos anos.

 

COMPRAR - Duas sugestões para compras em Lisboa: produtos bem portugueses na Mercearia da Atalaia, na Rua da Atalaia. Desde as soberbas águas de colónia Lavanda, da Ach Brito, até doces regionais ou conservas, aqui pode encontrar um vasto leque de oferta. Se quer coisas mais exóticas rume à Rua da Palma 220, e no Supermercado Chen poderá encontrar muitos produtos chineses e orientais, desde chá verde até grãos de sésamo ou uns deliciosos e picantes rebuçados de gengibre.

 

PETISCAR – Hoje falo de um local que é mais que um restaurante, é um paraíso de petiscos. Fica perto de Palmela, na Quinta do Anjo, foi fundado no final dos anos 50 e responde pelo nome de «Alcanena». Pode funcionar como restaurante com lista ( e aí pode pedir a massada de peixe, genial) ou então num buffet de especialidades. Para além de uma mesa de enchidos com várias preciosidades, pode começar com várias saladas (com mexilhões ou gambas ou moelas) todas muito bem temperadas e ainda uns torresmos deliciosos. A seguir, destaque para pratos como sopa de cação, migas de bacalhau ou empadão de perdiz – um total de vinte petiscos diversos. A rematar uma tábua de queijos ( que inclui doce de abóbora e marmelada caseira), com destaque para o requeijão e ainda uma mesa de doces e de frutas onde existe uma fantástica torta de laranja. Aconselha-se a marcação ao fim de semana. Rua Venâncio Costa Lima 99, Quinta do Anjo, Palmela, 212870150.

 

BACK TO BASICS – Os jornais não deviam ter amigos – Joseph Pulitzer

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2003
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D