Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Voltar às origens

por falcao, em 09.12.11

Experimentem ver com atenção as bancas de frutas, legumes e frescos dos supermercados. A maioria dos produtos vem de Espanha e de outras origens. São raros os casos de origem portuguesa. Por mais que me expliquem que a situação tem a ver com preço, uniformidade do tamanho, embalagens estandardizadas, nada disto me convence. Ainda por cima em muitos casos tenho que comprar uma quantidade que não me interessa ter, porque só se vendem as embalagens inteiras e não se pode comprar a peso. A coisa agrava-se quando se percebe que muita da fruta é descongelada e nunca atingirá o seu ponto de maturação ideal, passando a podre com enorme velocidade. Alguma da comida que se compra assim, embalada, acaba muitas vezes por se estragar antes de ser consumida.




Mas, em muitas lojas de bairro e nos pequenos mercados continuo a ver produtos portugueses, que se podem comprar ao peso. Os vendedores vão comprar os produtos frescos aos mercados abastecedores. No comércio de rua e nos mercados, ao contrário dos supermercados, a maioria dos produtos vem de Portugal. Muitas vezes as maçãs não são todas iguais, mas sabem melhor e são mais frescas – viveram sem a agressão do frio.


Vejo com agrado que nalgumas zonas, muitas bem perto de Lisboa, lentamente estão a ressurgir produtos artesanais – desde doces a queijos e a pão, passando por pequenas produções de fruta ou de legumes, que se podem comprar no comércio local e às vezes dentro das próprias explorações.


 


Vou dar o exemplo de um produtor de morangos que, na época,  vende na sua propriedade os melhores morangos que conheço, colhidos diariamente e vendidos por ele próprio. São incomparáveis, em sabor e textura aos que se vendem nos supermercados das proximidades e são mais baratos.  E mais -  ele criou quase por acaso uma rede de pequenos produtores nacionais e recebe fruta de outros locais, como do Algarve, em que a qualidade é também superior. E agora, mesmo quando não tem morangos, faz negócio.


 


(Publicado no diário Metro de 5 de Dezembro)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:43



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D