Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por falcao, em 22.10.07
BOM - O artigo estreia de Augusto M. Seabra no site www.artecapital.net, sobre a política cultural destes dias que correm. Intitulado « O caso MNAA ou o servilismo exemplar», o artigo – que assinala o regresso do autor à análise da realidade cultural portuguesa depois do processo que o levou a sair do «Público», mostra como a sua voz continua atenta e coerente. Seabra é dos jornalistas que há mais anos segue a política e a actividade cultural e é certeiro para com a actual Ministra, como se constata nesta citação: «Mas não se menospreze em Isabel Pires de Lima a figura da parola incompetente que tão indubitavelmente é. Ela não deixa de ser o poder, e para mais saíu-nos na rifa com este poder do PS a estranha ironia dos responsáveis da Cultura serem ex-comunistas com estruturas mentais em que todavia ainda não ruíu o muro de Berlim». Felizmente a artecapital.net abriu-lhe as portas e agora poderemos lê-lo de novo, numa colaboração mensal.


MAU– O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, comentando o facto de as polícias estarem a ser equipadas com as pistolas «Glock» achou por bem dizer que «estão de parabéns todos os cidadãos». Presumo que a afirmação se dirija aos cidadãos que todos os anos são alvejados por polícias à civil, fora de funções, por razões passionais ou outras – Portugal é recordista na utilização de armas de fogo por agentes policiais fora de funções.


PESADELO – Os reality shows chegaram à política: Hugo Chávez fez uma emissão em directo do seu programa semanal de propaganda televisiva, em directo de Cuba, com imagens de Fidel e longos salmos a Che Guevara. O amigo venezuelano de Mário Soares especializou-se em criar factos destes que depois multiplicam a sua imagem pelos telejornais de televisões de todo o mundo. Um verdadeiro artista.


PETISCAR – A utilização do nome Chiado para designar uma parte antiga de Lisboa foi fixada no século XVII, para alguns com origem no poeta quinhentista António Ribeiro Chiado, para outros porque o local identificava a existência de um estabelecimento de bebidas e petiscos pertencente a um galego com esse nome. No Chiado há muito onde petiscar e hoje e amanhã são os últimos dias da «festa no Chiado», organizada pelo Centro Nacional de Cultura.


LER 1 – A estrevista a Ridley Scott publicada na edição da revista «Wired» de Outubro, a propósito da nova versão de «Blade Runner», entrevista acompanhada de um excelente artigo sobre o filme. Um belo dossier sobre o etanol como combustível luíquido e a história do jogo «Guitar Heroes» são outros pontos de interesse na revista.


LER 2 – A revista mensal editada pelo Lux está cada vez melhor e é cada vez mais indispensável para quem gosta de música e de seguir as novas tendências. Os destaques da revista deste mês são a entrevista a José Pedro Moura, o segundo artigo de Isilda Sanches sobre «Música & Política» e as fotografias de António Júlio Duarte. O grafismo continua excelente – e a este propósito merece atenção o artigo (e a capa falsa) a propósito do trabalho do ilsutrador David Shrigley (distribuição gratuita no Lux e na Bica do Sapato).


OUVIR – Patti Smith tornou-se conhecida pela intensidade poética de discos de originais como «Raio Ethiopia» ou «Horses». Embora nos seus concertos de finais dos anos 70 e início dos anos 80 fosse frequente vê-la a fazer interpretações surpreendentes de temas de outros autores, ela nunca havia gravado um disco de versões. Este «Twelve», editado na primeira metade deste ano, é integralmente composto por versões de temas de nomes que vão de Jimi Hendrix aos Doors, passando pelos Tears For Fears, Rolling Stones ou Greg Allman. Destaque precisamente para «Midnight Rider», para «Gimme Shelter» ou «Changing Of The Guard» de Dylan. O disco é surpreendente, a banda que a aocmpnha é o seu grupo de músicos da melhor fase da sua carreira e há convidados como Tom Verlaine. (CD Sony/BMG).


VER 1 – Na galeria Ratton, Teresa Ramos expõe «Vasos Comunicantes», peças de olaria nada tradicionais, a meio caminho entre o ornamento e a escultura. A escala dos objectos é curiosa – pequenos, para casas pequenas, mas com uma presença visual muito forte. A Ratton é na Rua da Academia das Ciências 2C e esta exposição fica até dia 30 de Novembro.


VER 2 – Trabalhos recentes de João Vieira na Galeria Valbom, Av Conde de Valbom 89-A. Com o título «Expressionismos», esta exposição do pintor tem um conjunto de obras, no primeiro andar da galeria, os «caretos», que explora novos caminhos em relação ao que tem sido o trabalho de João Vieira. Av: Conde de Valbom 89-A, das 13h00 às 19h00.


PERGUNTANDO… Quando é que o Governo vai vigiar e controlar o que o Fisco faz em matéria de erros de automatismo, abusos de poder e interpretações polémicas da Lei, sempre contra os contribuintes?


BACK TO BASICS – «Este orçamento é um saque ao contribuinte» - Paulo Portas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:17


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2003
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D