Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por falcao, em 26.03.07
AEROPORTO – No meio de toda a polémica sobre a OTA, um amigo meu, atento observador, interrogava-se: com a polémica e a suspeição instaladas e com o processo já irremediavelmente atrasado, porque não pensar numa solução Portela 2, com uma ampliação do aeroporto existente, e uma preparação mais cuidada da solução de futuro? Tal ampliação, em havendo boa vontade e cooperação intergovernamental, seria por exemplo possível com o recurso à área do aeroporto militar de Figo Maduro, que pega com a Portela, e que tem condições de espaço e pistas construídas suficientes para melhorar radicalmente a Portela e aumentar-lhe a vida útil. A sugestão é boa e parece fazer sentido – e se o Governo conseguir vencer os interesses de grupo e admitir que é melhor estudar mais a fundo o tema da OTA, sairá ganhador de uma contenda que de outra maneira se arrisca a passar por inexplicável teimosia.

SEMANA – É oficial, o Direito é um talento familiar: no Tribunal Constitucional duas juízas que acabaram o mandato vão ser substituídas pelos respectivos maridos; o regresso de Paulo Portas ao PP deixa o cenário de uma batalha campal – seria esta a imagem que ele queria fazer passar? o momento mais alto da semana do líder do PSD foi a sua ida à Costa da Caparica ver os efeitos das marés vivas – já no Parlamento esteve piorzito (não se pode ser bom em tudo…); Salazar lidera votações no programa televisivo sobre os grandes portugueses está 22 mil votos à frente de D. Afonso Henriques, com Álvaro Cunhal em terceiro lugar.

LER – A edição deste mês da revista «Wired» é dedicada às novas formas de entretenimento, que aparecem com o tamanho e a rapidez de uma dentada num biscoito. A nova snack culture cria êxitos de um minuto, e o snack attack, como a revista lhe chama, inclui filmes, programas de televisão, canções e jogos. Na televisão um dos exemplos que está a ganhar mais fama é a micro-série desenvolvida pelo autor de «Hill Sreeet Blues», Steven Bocho, para o site www.metacafe.com. A série, com episódios de um minuto, escritos e produzidos, mas que assumem a forma de depoimentos espontâneos de pessoas anónimas, chama-se «Café Confidential» e dizer que é interessante é subestimar a importância do que ali está. A cultura pop, diz a «Wired», vem agora empacotada como embalagens de doces ou salgados em bocados do tamanho de uma dentada, suficientemente pequenos para permitirem downloads de alta velocidade – o resultado é entretenimento instantâneo e muito saboroso.

OUVIR – No meu top pessoal desta semana esteve mais um disco da coleccção de reedições do catálogo Impulse!, distribuído pela Universal Music, Desta vez o escolhido foi «The Blues And The Abstract Truth», uma histórica gravação de 1961, liderada pelo saxofonista Oliver Nelson (que fez os arranjos) e juntou ao seu lado nomes como Bill Evans, Roy Haynes, Eric Dolphy, Paul Chambers e Freddie Hubbard. Destaque para a faixa de abertura, «Stolen Moments», enérgica, muito bluesy e duas chamadas de atenção suplementares para o irresistível ritmo de «Hoe Down» e para os envolventes «Yearnin’» e «Teenie’s Blues».

VER – O jardim das Amoreiras é dos mais bonitos de Lisboa e convida mesmo, nestes dias, para uma visita à hora de almoço. É lá que fica o Museu da Fundação Arpad Szenes- Vieira da Silva. Para além da colecção permanente, podem ver até dia 17 de Junho próximo uma belíssima exposição sobre a obra de Arpad, esse pintor injustamente pouco reconhecido, que voluntariamente se apagou face a Vieira da Silva. Esta exposição faz-lhe justiça, mostra com detalhe o seu processo criativo, a sua forma intensa de preparar, criar e transformar as imagens até chegar à sua opção final na tela. É uma pena que em Portugal os museus estejam tão desertos como este – e se há exposição que merecia ser mostrada pelas escolas aos seus alunos é esta, precisamente por causa do que se pode ver sobre a forma como um grande pintor prepara o seu trabalho – a criatividade não é fruto do acaso, essa é a grande lição desta exposição.

COMER – Um dos bons sítios para comer pizzas na melhor tradição italiana, com bons igredientes, saborosas no tempero e cuidadas na confecção da massa – fininha e estaladiça – experimente o Lucca, perto da Avenida de Roma, na Travessa Henrique Cardoso 19 B. Encerra às quartas, ambiente simpático, serviço bom, telefone 217972687 ou 217971051.


BACK TO BASICS – A Economia é extremamente útil como uma garantia de emprego para os economistas – John kenneth Galbraith.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D